Google+ Março 2009 - Aprendendo
Subscribe:

Ads 468x60px

Windows XP - Alterando a letra da unidade de disco


C – D – J - K- O - P? Aprenda a alterar a letra da sua unidade de disco. Seja ela HD ou DVD/CD.

Neste tutorial irei ensinar como alterar a letra da unidade de disco, seja ela do HD ou CD/DVD. O Windows XP algumas vezes muda as letras das unidades de disco por algum motivo. O mais raro é quando você coloca um novo HD no seu computador. Para evitar deixar as coisas do jeito que você quer, podemos alterar a letra da unidade de disco

Se voce não quer ter uma unidade C ou D, você poderá deixar X ou j, etc. Ou seja, a letra que voce quiser.
Veja como é facil e rápido.

Clique no menu iniciar, logo após clique com o botão direito do mouse em “Meu Computador”. Clique em Gerenciar.

Você poderá fazer isso de outra maneira:
Clique com o botão direito no ícone “Meu Computador” da sua área de trabalho e selecione a opção gerenciar.

Irá abrir a Janela de Gerenciamento do Computador. Esta janela está dividida em duas partes. A parte esquerda com os diretórios e a parte direita mostra o conteúdo do diretório. Agora clique no símbolo + da palavra “Armazenamento” sem aspas. A lista irá se expandir. Agora clique em Gerenciamento de disco.

Quando você clicar em gerenciamento de disco irá aparecer do lado direito da janela todos os seus discos do computador. Exemplo; HD, CD/DVD, etc. A parte direita da Janela também irá se dividir em duas partes. Agora vamos alterar a letra da unidade de disco. Clique com o botão direito do mouse no ícone da unidade de disco que você deseja alterar a letra. Neste momento você deve selecionar a opção Alterar Letra de Unidade e Caminho (3).

OBS: Não é possível alterar a letra da unidade que está sendo usada pelo Windows.
 
Quando você selecionar a opção “Alterar letra de unidade e caminho” irá aparecer outra Janela com a unidade de disco que você deseja alterar e três botões. “Adicionar”, “Alterar”, “Remover”. Bom escolha o botão alterar.

Após isso irá aparecer outra janela pedindo para você escolher a nova letra da unidade de disco que você deseja alterar. Aí mesmo marque a opção “Atribuir a seguinte letra de unidade. E Depois, escolha qual a letra nova que você deseja utilizar para aquela unidade.

Após ter escolhido a nova letra da unidade de disco. Clique em OK

Aparecerá uma avido com a seguinte informação. “SE VOCÊ ALTERAR A UNIDADE, OS PROGRAMAS INSTALADOS NELA PODERÃO DEIXAR DE FUNCIONAR”. Bom se você acha que não que não haverá problema, clique em sim.

Para as alterações terem efeito é necessário reiniciar o computador.
Para alterar a letra da unidade de disco de CDROM/DVD/PENDRIVE o procedimento é praticamente o mesmo.
-->




Aprenda a instalar o Windows XP


 

Simulador de Formatação e Instalação do Windows XP.

-->
Se você não sabe como formatar e instalar o Windows XP no seu computador, não se preocupe. Aprenda a Formatar seu Computador e instalar o Windows XP com esse simulador de formatação e instalação do Windows XP! Você não precisa de professor, somente faça a simulação e copie. Não tem erro. É simples e rápido.

Clique aqui e faça o Download do simulador de Formatação.

Browsers desatualizados põem PCs em risco

Pesquisadores suíços descobriram que 637 milhões de usuários estão em risco porque têm versões antigas de seus browsers.

A conclusão está num documento publicado por uma esquipe do Computer Engineering and Networks Laboratory, em ETH Zurique. Em colaboração com o Google e a IBM, eles descobriram que 637 milhões (45,2%) do total de 1,4 bilhão de usuários de internet não estão usando a versão mais segura de seu browser.

Eles sugerem que o software – não somente os browsers – deveria ter algo como um prazo de validade, a fim de forçar os usuários a obter versões atualizadas. Vários navegadores foram analisados, tais como Internet Explorer 7, Firefox 2, Safari 3 e Opera 9.

O Firefox 2 foi considerado o mais seguro, não pelo produto em si, mas porque 83% de seus usuários rodam a versão mais atual. A seguir, vêm o Safari, com 65% dos usuários trabalhando com a versão mais recente; o Opera 9, com 56,1%; e o IE7, com 47,6%.

Aparentemente, a atualização está associada ao nível técnico dos usuários. Segundo a pesquisa, foram necessários 19 meses desde o lançamento do IE7 para que essa versão fosse adotada por 52,5% dos usuários. Em contraste, no mesmo período, 92,2% migraram para o Firefox 2.

Os pesquisadores esclarecem que, para os fins do estudo, o web browser mais seguro corresponde à “versão pública oficial mais recente disponível em dado momento”. Essa definição, portanto, exclui versões beta. O estudo também deixa claro: é natural que os usuários do Internet Explorer (dono de 78,3% do mercado entre fevereiro e junho deste ano) vão provavelmente encontrar mais malware do que os usuários do Opera (0,8% de participação no mesmo período). A explicação: os autores de códigos maliciosos se concentram onde há maior audiência.

A pesquisa suíça destaca ainda a desatualização de produtos que trabalham lado a lado com os browsers, como o Flash, da Adobe, e o QuickTime, da Apple. Segundo a empresa de segurança Secunia, 21,7% de todas as instalações do QuickTime 7 estão desatualizadas.

Fonte: Info.com.br